...surgiu, como se desintoxicar do homem errado, mas com o tempo mudou para "Como se desintoxicar da pessoa errada". Existem mulheres e homens intoxicados.Tanto as mulheres quanto os homens tem sua parcela de culpa por se intoxicarem pelas pessoas erradas, afinal, todos temos o livre arbítrio, temos como escolher, cada um tem a sua responsabilidade! Esse blog surgiu para trocar experiências, dar um ponto de vista diferente para que seja feita a auto-análise para mudar algo....descubra o que será mudado em você. Seja feliz. Sua felicidade depende somente de você!!! Não coloque a responsabilidade de sua felicidade em alguém que não possa te fazer feliz.

domingo, 26 de dezembro de 2010

Confira 10 atitudes do bem e sinta-se feliz

Queridos leitores, encontrei essas dicas na net, e é exatamente o que eu faço. Minha vida mudou muito de uns anos para cá.Espero que sejam imensamente felizes.
  1. Quando acordar, espreguice-se e imagine positivamente as coisas que você irá fazer ao longo do dia. Isso ajuda a prepara o seu subconsciente para que tudo saia como você imaginou. Mas fique flexível se houver mudanças.

  2. Anote em uma agenda todas as coisas importantes que tem para fazer no seu dia. Não confie somente na memória. O cérebro é eficiente quando os pensamentos estão associados à ação no presente

  3. Faça um caderno com seus projetos de curto, médio e longo prazo. Divida os projetos dentro das cinco saúdes: física, mental, financeira, familiar e social. Leia as anotações pelo menos três vezes por semana

  4. Ao sair para trabalhar, não estimule a raiva, mesmo que você pegue muito trânsito. Coloque uma música relaxante e aproveite o percurso. Lembre-se: as emoções negativas geram hábitos negativos difíceis de serem eliminados

  5. Pratique pelo menos uma atividade física que você sinta prazer. O exercício libera endorfinas quando é feito com prazer e não por obrigação

  6. Quando encontrar as pessoas no seu caminho, sorria para elas, crie um ambiente pacífico e alegre. As pessoas são mais importantes do que os seus problemas

  7. Faça pelo menos 10 minutos de meditação três vezes por semana. A meditação é o treinamento da mente e ajuda a eliminar os excessos de pensamentos. Sente-se de forma confortável, com a coluna ereta, feche os olhos e preste atenção por 10 minutos na respiração natural

  8. Evite assistir a programas de TV ou rádio com notícias negativas. Só servem para gerar sentimentos negativos. Substitua esse tempo por um filme, um bom livro, ou um bate-papo gostoso, exercício, namoro. A nossa mente se acostuma com o que damos a ela

  9. Não coma apenas por prazer. Esta é a maior armadilha em que podemos cair, pois comemos mais do que o necessário e podemos acabar ingerindo alimentos pesados que, embora gostosos, são de difícil digestão. Lembre-se: o nosso corpo é o bem mais precioso que temos. Portanto, cuide dele com carinho e atenção, afinal, quanto tempo mais você vai viver nele?

  10. Quando estiver aborrecido, ansioso, com medo, e as coisas não estiverem boas, lembre-se que essas situações podem ser projeções passadas refletidas no presente. As coisas no universo seguem um caminho natural e situações boas ou ruins vão acontecer sem que tenhamos controle total sobre elas. Aprenda a aceitar o que as forças superiores oferecem por pior que possa ser no momento. Lembre-se: o ruim nunca é ruim sempre

Fonte: Terra

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Uma ótima noite Natalina para todos!


É o que desejo para os que visitam "Como se desintoxicar da pessoa errada" , que compartilham comigo um pouco de seu dia-a-dia, de suas vidas, sonhos, medos e até segredos.

Sou imensamente grata a todos vocês.

Boas Festas

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

I Need You For Christmas -Inna

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Encorajamento e motivação

A diferença entre o razoável e o bom, é um pequeno esforço extra.
Somos o que fazemos repetidamente. Por isso o mérito não está na ação e sim no hábito.Conhece os teus limites, mas nunca os aceites.Você nunca sabe que resultados virão da sua ação. Mas se você não fizer nada, não existirão resultados
O êxito na vida não se mede pelo que você conquistou, mas sim pelas dificuldades que superou no caminho.O fracasso é a oportunidade de começar tudo de novo - inteligentemente.
Consulte não a seus medos, mas a suas esperanças e sonhos. Pense não sobre suas frustrações, mas sobre seu potencial não usado.
Preocupe-se não com o que você tentou e falhou, mas com aquilo que ainda é possível a você fazer. Quem deseja fazer algo, encontra um meio. Quem não deseja fazer nada, encontra uma desculpa.
Todos os dias deveríamos fazer um pouco mais do que o necessário.As pessoas dizem frequentemente que a motivação não dura.
Bem, nem o banho - e é por isso que ele é recomendado diariamente.
Um vencedor nunca desiste, e quem desiste nunca é vencedor.

sábado, 18 de dezembro de 2010

Desculpa esfarrapada do homem- Opinião do Leitor


Eu penso que, quando um homem quer, não tem pé na bunda, não tem abandono do relacionamento anterior nem trauma nem nada!Se quer o homem vai atá na Conchinchina atrás da mulher amada, se declara, pede em namoro e em casamento!Esse papo de “não quero deixar de sair com meus amigos” é papo de moleque, imaturo, que mal sabe ele que tanto poderá continuar saindo com os amigos junto da namorada (se ela for gente boa, animada e simpática, assim como nós) qto poderá ter uma bela companhia pra dormir de conchinha depois de uma noitada daqueeelas!Só que, o que estraga a nossa raça são esse bando de mulher fácil que tem por aí, se dando e doando tudo de primeira...Mas eu acredito que pra toda panela velha tem uma tampa empenada...entao vamu caí pá dentro que um dia um cara descente nos pede em namoro!Bjos a todos e excelente fds!

Cassi - Vitória - ES

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

União Estável: Relação Homoafetiva


A sociedade evoluiu muito e hoje em dia o conceito de família mudou com ela, pois anteriormente a idéia de se construir uma família era simplesmente para fins de procriação, ou seja, dar continuidade à espécie. Por isso, enxergava-se que a família só poderia ser formada por duas pessoas do sexo oposto desse modo admitindo somente o casamento e reconhecendo a família de casais heterossexuais. Só que a evolução faz parte da humanidade e novos conceitos foram sendo tomados, formados e reavaliados e, baseados, nessa evolução é que está na hora do mundo começar a enxergar a existência e legitimidade da relação homoafetiva, pois não se pode mais fechar os olhos e agir como se isso não existisse, pois desse jeito seria também uma afronta a Lei Maior brasileira, nossa Constituição Federal:

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:”

Casais homossexuais que partilham de uma vida conjunta, ainda são impedidos pela Lei de se casarem. Porém, possuem o respaldo da União Estável para firmar e fortalecer esta união, conquistando os mesmos direitos da união civil, uma vez que a Constituição Federal reconhece a união estável como entidade familiar, baseada na convivência pública, contínua e duradoura, e garante a comunhão de bens e todos os direitos do casal.

O artigo 226 parágrafo 3º da constituição regulamentado pela Lei nº 8971, de 29 de dezembro de 1994 e pela Lei 9278, de 10 de maio de 1996, os casais que optarem pela união estável possuem direitos e deveres iguais aos de uma união civil, como: lealdade e respeito.

A Desembargadora do Rio Grande do Sul, Dra. Maria Berenice Dias, defende o reconhecimento da União Estável na Relação Homoafetiva com o argumento que o “afeto merece ser visto como uma realidade digna de tutela”. E ela está correta, pois hoje em dia o que une as pessoas não é o desejo de dar continuidade à raça humana e sim o afeto, a simples companhia, a cumplicidade. Isso é que deve ser visto como condição para se reconhecer uma família, uma união estável e, dessa forma, garantindo a legitimidade já clara da relação homoafetiva uma vez que se a igualdade é um de nossos Princípios Fundamentais, qual a razão de fecharmos os olhos para tal situação? Para essa realidade?

Os motivos devem ser vários, mas creio que os principais são o medo e a hipocrisia, dois fatores abundantes na nossa sociedade e que impedem muitas vezes que aconteça uma evolução que é muito necessária na sociedade, enfim esse discurso é para outro post, pois aqui estamos falando da Relação Homoafetiva. Bem, ela sendo pública, notória, tendo o AFETO, não há razão ou motivo para quê ela não seja reconhecida, não é?

A união estável beneficia ambas as partes. Mesmo que haja algum desentendimento, o casal tem a obrigação garantida pela lei de que terá que partilhar tudo aquilo que conquistaram durante o tempo que mantiveram a relação. Uma conquista para os homossexuais, a união homoafetiva pode ser a saída para casais que querem formalizar sua união e garantir seus direitos e deveres como qualquer cidadão comum. O mais interessante é que o contrato que é redigido para firmar a união estável pode ser feito de acordo com as necessidades de cada um, escolhendo o que querem dividir e assegurando seus direitos. Totalmente privado o casal pode redigi-lo da forma que achar conveniente e assim garantindo suas conquistas individuais.

Fonte: Internet

União Homoafetiva, Planejamento Sucessório Gay, Inventários, Testamentos, Partilhas, Casamentos, União Estável, Adoção. Agende sua consulta (21) 8347-3879

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

25 coisas que os homens odeiam nas mulheres

Às vezes bastam pequenos detalhes, de ambas as partes, para que o relacionamento vá por água abaixo. Confira as 25 atitudes que fazem os homens pularem fora, segundo um levantamento feito pelo site eltiempo.com da Colômbia:

1) A que quer discutir a relação
A famosa DR é uma das grandes ciladas femininas. Os homens odeiam falar a todo o momento sobre seus sentimentos. Se quer ir longe no seu relacionamento, discuta-o em conta-gotas.

2) A segunda mãe
Não adianta lutar contra a natureza: mãe é mãe, e sempre será a número um. Não caia na bobeira de querer brigar pelo lugar dela. Mãe é uma entidade sagrada. Mulher e namorada estão mais para simples seres mortais.

3) A perseguidora
Você é daquelas que ligam de meia em meia hora só para falar um "oi"? Quer que ele esteja presente em sua vida 24h todos os dias? Não caia nessa cilada. Os homens gostam de cultivar os seus espaços.

4) A mulher nhém-nhém-nhém
Os namorados e maridos não são chegados ao nhém-nhém-nhém. Mulher que fica falando e reclamando acaba ganhando um cartão vermelho na primeira oportunidade.

5) A espiã
Fazer o estilo mulher espiã não deixa os homens muito felizes. Uma mulher que vasculha gavetas e armários em busca de segredos antigos, ouve recados no celular e procura números não familiares na conta telefônica pode estar cavando o fim de seu relacionamento.

6) A rival
Se seu namorado ou marido tem uma amiga fiel não adianta querer rivalizar com ela, com certeza você sairá perdendo nessa queda de braço.

7) A desesperada
Quer afastar um namorado em pouco tempo? É só desatar a falar feito uma maluca, sem controle nenhum.

8) As que não colocam a mão no bolso
Já foi o tempo em que as princesas ficavam olhando enquanto os homens abriam suas carteiras e pagavam todas as contas. Dividir, ou pelo menos fazer essa sugestão, é uma maneira de mostrar que você não está à procura de um mecenas que banque todos os seus luxos.

9) A mulher planilha
Sabe aquelas mulheres que fazem tabelas para tudo: quantas calorias podem ser consumidas no dia; como será a rotina diária; quais os horários mais apropriados para fazer sexo. Organização é bom, mas o excesso pode fazer de você uma chata.

10) As extrovertidas
Os homens ficam assustados quando se deparam com mulheres que abraçam, beijam, falam alto e são chegadas a dar shows em todos os lugares aonde chegam.

11) A antiamigos
É aquela que acompanha sempre o namorado ou marido, mas nunca consegue se integrar à turma. Age como se fosse um simples apêndice e não faz a mínima questão de ser simpática ou manter algum tipo de conversa com os amigos do seu par.

12) A que leva sempre uma companhia
Levar sempre a irmã ou uma amiga para encontros amorosos não é uma boa ideia. Lembre-se: seu namorado não é um guia de excursão de moças.

13) As ciumentas
Cismar com aquela prima bonitona ou ficar chateada só porque vocês encontraram na noite uma ex dele não é uma postura muito inteligente. Um pouquinho de ciúmes não faz mal a ninguém, mas o exagero pode fazer de você uma neurótica.

14) Aquelas que não se cuidam
Esquecer de depilar as axilas ou deixar de lado o bom e velho desodorante brocham qualquer clima romântico. Portanto, mãos à obra. Não precisa perder todo o seu tempo arrumando-se, mas pequenos detalhes são fundamentais.

15) As que se cuidam exageradamente
Uma hora no banho, mais uma para fazer a maquiagem e ainda mais um bom tempo para escolher o vestido. Não há homem que tenha paciência para aguentar essa maratona exagerada de cuidados femininos.

16) Aquelas que criticam
O rapaz tem aquele velho sofá que ele ganhou da mãe e gosta tanto, mas você teima em falar mal e ficar dizendo que ele deve jogar fora e comprar um que você viu em uma loja da moda. Desista, isso só vai fazer que ele troque mesmo é de namorada e fique com o sofá velho.

17) Nem tanto para Nietzsche, nem tanto para revistas de fofocas
Ser exageradamente intelectual pode te dar um ar blasé, mas também não precisa virar uma especialista em revistas de fofocas.

18) A que odeia futebol
Alguns homens adoram futebol e nada vai impedir que eles vejam seu joguinho no domingo à tarde. Uma mulher que fica falando mal de futebol o tempo inteiro pode estar cultivando um inimigo dentro de casa.

19) As que estão sempre prontas para o casamento
Se você conheceu um homem e já começa a falar em festa de casamento, filhos e família, pode estar cavando sua solteirice eterna.

20) A autossuficiente
Os homens são estranhos, ao mesmo tempo que não querem mulheres que precisam deles o tempo inteiro, ficam inseguros quando elas são completamente autossuficientes. Vai entender?

21) A chantagista
Um dos tipinhos mais odiados. Gostam de se fazer de vítimas e fazem chantagens emocionais o tempo inteiro.

22) As que bancam as santinhas
Elas só transam com a luz apagada e fazem cara de nojo quando o namorado propõe alguma ousadia na cama. Bancar a freira pode fazer com que você fique anos e anos sem desfrutar os prazeres do sexo.

23) As que fazem o homem de escravo
Eletricista, encanador, mensageiro, motorista e amante. Algumas mulheres esperam tudo isso de seus namorados e maridos. Eles, no entanto, não estão dispostos a exercer tantas funções na sua vida.

24) As que vivem de comparações
"Meu ex fazia isso". "Nós sempre jantávamos aqui". "Essa era a cor predileta de fulaninho". Fazer comparações entre o atual e o ex não vai agradar nem o pouco quem ocupa seu coração no momento.

25) As que perguntam: com quantas você já transou?
Há mulheres que precisam saber com quantas mulheres seu namorado já transou. Quem foi a melhor. Qual o orgasmo mais intenso. Deixe disso, essas perguntas só expressam a sua insegurança.

Fonte: Terra

domingo, 12 de dezembro de 2010

O problema sou eu, não você

Por Simone P. Cardoso

Homem
Os homens usam esta frase para amenizar o impacto da separação. "Estou confuso", eles costumam dizer por receio que a mulher dê um escândalo que eles não saibam controlar. O pior é que as mulheres acreditam e acabam quase os confortando. Em todo o caso, existem aqueles que desaparecem e nem desculpas se esforçam para oferecer.

Mulher
Parece mais uma mentira masculina do que feminina? Ainda que seja, a verdade é que as mulheres costumam dizer essa frase mais vezes do que os homens, já que possuem muito mais conflitos internos com relação à certeza dos sentimentos, sendo assim, diante de qualquer dúvida, acabam se escondendo por meio dessa mentira. É uma forma simples e reservada de sair de um problema.

sábado, 4 de dezembro de 2010

Quem foi Mata Hari


Por Simone P. Cardoso,

Lendo artigos sobre a Primeira Guerra Mundial, conheci a história de Mata Hari. Gente ela foi tremenda, totalmente à frente do seu tempo. Se o que ela fez foi certo ou errado isso são outros 500's. Mas que ela foi uma mulher valente, forte e avançada pra época isso foi.

Mata Hari era filha de um empresário com uma descendente de javaneses. No início do século XX, depois de uma tentativa fracassada de se tornar professora, um casamento igualmente fracassado e de ter dois filhos, ela se mudou para Paris ( um dos lugares mais maravilhosos que existe, segundo Reginnah uma amiga querida). Ela posava como uma princesa javanesa e se tornou uma dançarina exótica. Seu pseudônimo Mata Hari quer dizer sol (mas literalmente "olho do dia") em malaio e indonês. Ela também foi uma cortesã (que nome fino para prostituta) que teve casos amorosos com vários militares e políticos.
Durante a guerra, Mata Hari dormiu com inúmeros oficiais, tanto franceses quanto alemães e se tornou um peão da intriga internacional, apesar dos historiadores nunca terem esclarecido com exatidão se ela fora realmente uma espiã, e se sim, quais eram as suas atividades como tal. Em 1917 ela foi a julgamento na França acusada de atuar como espiã e também como agente dupla para a Alemanha e França. Foi considerada culpada e no dia 15 de outubro do mesmo ano foi fuzilada.
Mas como a biografia dela é um pouco extensa para um post segue mais sobre Mata HAri aqui

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Gente espaçosa, lerda e afins no supermercado


Por Simone P. Cardoso,

Sinceramente eu não tenho paciência com gente espaçosa e lerda, especialmente no supermercado. Sempre tem os folgados que acham que os corredores são exclusividades deles, empurram o carrinho no meio do corredor, isso quando não param na diagonal. Tem aqueles que param o carrinho cheio de compras no meio do corredor, atrapalham e saem na caçada de algum material em uma gondôla qualquer em outro corredor.

Para piorar, tem aqueles que encontram algum conhecido e ficam estacionados de frente a gondôla que tem o produto que você quer pegar. Se fazem de desentendidos e continuam com o papo. Você pede licensa, te dão mas, com uma cara feia.

Tem aqueles também que não gosta de um determinado produto (geralmente é aquele que você gosta) e fica no seu pé para você comprar o que é da preferência dele.

Supermercado não é lugar de criança, os espaçosos e lerdos na sua maioria sempre levam os filhotes, além de encherem o carrinho de coisas supérfulas que os pais compram sem pestanejar, ficam chorando, gritando, correndo e ainda te atropelam nas brincadeiras de lutinhas que eles copiam dos desenhos animados da TV. Os pais acham isso normal: ver os filhos baterem em estranhos... Isso sem contar quando algum pentelho acha que você é o monstro do Dragon Ball Z. Ainda bem que eu gosto desse desenho e estou antenada srsrsr. Um dia eu disse para um menino que eu era o MadinBU (nem sei se é assim que se escreve) disfarçado, se ele não ficasse quieto eu ia pegar ele e a mãe dele na saída do supermecado e se ele contasse para mãe dele eu ia destruir o supermercado. Ele ficou quietinho, pelo que percebi entre corredores.

Ok. Vocês estão pensando que eu sou maluca mas acho que estou numa fase Sr.º Saraiva...ou na TPM....ou com estresse...mas é isso ai...

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Eu e o pequi

Queridos (as)leitores (as)

Nasci em Itajá-GO, uma cidadezinha no meio do Brasil, para terem uma idéia o meu nascimento foi o nº 1400(e alguma coisa srsrsr), já rodei muito nesse Brasil...
Segue uma das minhas paixões...
Amo muito tudo isso. Aqui no Rio de Janeiro eu compro o pequi na Feira de São Cristovão. Além de experimentar a culinária nordestina que amooo, compro os pequis em conservas...

O Pequi

O Pequi, árvore da família das cariocáceas (Caryocar brasiliense) é o símbolo máximo da goianidade, embora seja encontrada também nos Estados de Rondônia (ao leste), Mato Grosso, Mato Grosso do Sul (no nordeste), Minas Gerais (norte e oeste), Pará (sudoeste), Tocantins, Maranhão (extremo sul), Piauí (extremo sul), Bahia (oeste) e Distrito de Federal.

Embora seja encontrado em todos esses lugares, é apenas em Goiás que existem todas as espécies, as quais frutificam, no seu conjunto, de setembro a fevereiro. Mas dada a sua extrema importância para a grande maioria dos goianos, ele é conservado tanto em essência quanto em conserva.

Sua história de amor com a culinária goiana começou a séculos, nas antigas vilas de Meia Ponte (hoje Pirenópolis), e Vila Boa (Cidade de Goiás), ainda no início do século XVIII. Entretanto, no rico sul goiano, mais especificamente na região que cerca a cidade industrial de Catalão, era este utilizado tão somente para a fabricação do lendário Sabão de Pequi, de reconhecidas propriedades terapêuticas, uma vez que a região era influenciada pelos triangulinos - povo de origem paulista-goiana cujo território foi anexado por Minas Gerais no século XIX, e que luta desde então pela sua independência deste Estado.

Atualmente é a fruta utilizada das mais variadas formas: cozido, no arroz, no frango, com macarrão, com peixe, com carnes das mais variadas, no leite, e na forma de um dos mais afamados liquores de Goiás, ao lado do saborosíssimo liquor de Jenipapo; seu grande atrativo, além do sabor, são os cristais que forma na garrafa, que dizem, são afrodisíacos.

Comer pequi além de saudável e agradável, é uma ciência, quase uma arte: a polpa macia e saborosa deve ser comida com cuidado, uma vez que esta cobre uma camada e terríveis espinhos, que, se mordidos fincam-se sem piedade na língua e no céu da boca, provocando dores irritantes e levando o infeliz ao hospital. O sabor vale porém, o risco; além disso, com o tempo, qualquer um domina a técnica.

Alguma dicas de como se comer o pequi:

Ele deve ser comido apenas com as mãos, jamais com talheres.

Ele deve ser levado a boca para entãoo ser "raspado " cuidadosamente com os dentes, até que a parte amarela comece a ficar esbranquiçada, ou os espinhos possam ser vistos.

Nunca jogue os caroços no chão: eles secam rápido e os espinhos podem se soltar. A propósito, a castanha dentro do caroço é uma delícia; para comê-la, basta deixar os caroços secarem por uns dois dias e depois torrá-los.

Importantíssimo: jamais, sob quaisquer circunstâncias morda o caroço.Se morder irá parar no hospital...

O pequi também ameniza o tratamento de câncer

Pesquisadores da UnB mostram que fruto ameniza ação degenerativa de drogas do tratamento da doença

Há quem não goste, mas quem não dispensa o pequi, um dos mais tradicionais ingredientes da culinária goiana, tem agora mais motivos ainda para consumi-lo. O fruto típico do Cerrado tem propriedades que o indicam como coadjuvante eficiente no tratamento de câncer e, ainda, para o retardamento da velhice. Os dados foram levantados em pesquisa coordenada pelo professor César Koppe Grisólia, do Laboratório de Genética do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Brasília (UnB).

A pesquisa concluiu que o pequi é capaz de proteger as células dos efeitos colaterais das drogas usadas no tratamento de câncer, que costumam ser muito violentos. Os testes realizados em camundongos submetidos a uma combinação de substâncias como ciclofosfamida e blomicina, usadas no tratamento de pacientes com câncer, revelaram que o pequi exerceu efeito protetor contra os danos causados às células pela combinação das drogas. “Verificamos que o pequi amenizou a ação degenerativa das substâncias”, informou Grisólia, que ministrou o extrato do fruto uma vez ao dia às cobaias.

A idéia de investigar as propriedades do pequi veio com a descoberta de que ele era rico em vitaminas A, C e E. Outro benefício do consumo do fruto detectado pelos pesquisadores é que ele retarda a ação dos chamados radicais livres, moléculas que se formam no organismo humano e provocam reação danosa às células. Essas substâncias podem levar à formação de tumores, ao surgimento de doenças cardiovasculares e ao envelhecimento.

Grisólia afirma que essa pesquisa é a primeira de uma série que ainda está por vir. “Ainda não foram feitos estudos em humanos e não sabemos qual o índice da proteção”, explica o professor. Ele salienta que o maior mérito da pesquisa é chamar a atenção para a necessidade de preservação do Cerrado, que está sendo destruído pela expansão da fronteira agrícola e, no caso do pequi, para o aproveitamento de sua madeira pela indústria carvoeira. “O pequi em pé é mais importante do que transformado em carvão”, ressalta Grisólia. O professor diz ainda que é provável que outras frutos do Cerrado, de cor amarela e também ricos em caroteno, tenham o mesmo potencial.

Receitas

ARROZ COM PEQUI

INGREDIENTES:

1/4 de xícara de chá de óleo ou banha de porco
1/2 litro de pequi lavado
2 dentes de alho espremidos
1 cebola grande picada
2 xícaras de chá de arroz
4 xícaras de chá de água quente
Sal a gosto
Pimenta-de-cheiro ou Malagueta a gosto
Salsinha, cebolinha picada a gosto

MODO DE PREPARO:

Coloque o pequi no óleo ou gordura fria (se usar o fruto inteiro, não é preciso cortar, mas cuidado com o caroço). Acrescente o alho e a cebola e deixe refogar em fogo baixo, mexendo sempre com uma colher de pau para não grudar na panela, e respingue um pouco de água quando for necessário. Quando o pequi já estiver macio e a água secado, acrescente o arroz e deixe fritar um pouco. Junte a água e o sal. Quando o arroz estiver quase pronto, coloque a pimenta-de-cheiro ou malagueta a gosto. Na hora de servir, polvilhe o arroz com salsa e cebolinha e um pouco de pimenta.

Nota:
Para esta receita, não utilize panela de ferro, pois a fruta fica preta.

Curiosidade:

O pequi (Caryocar brasiliensis) é uma árvore de baixo porte nativa do cerrado. O fruto, substancial e gorduroso, é utilizado tradicionalmente na culinária do Centro-Oeste em pratos como arroz com pequi e frango com pequi. Da polpa, extrai-se um óleo empregado para frituras, como condimento e na fabricação do licor.
Rendimento : 6 porções

FRANGO COM PEQUI

INGREDIENTES:


1 frango caipira cortado em pedaços
1 colher de café de açafrão
1 dente de alho
1 dúzia e 1/2 de pequis sem casca
1 cebola média em rodelas
Coentro picado
Sal

Acompanhamento:

6 espigas de milho debulhadas
1 cebola média em rodelas
Coentro picado
Pimenta calabresa a gosto
Pimenta-do-reino a gosto

MODO DE PREPARO:

Tempere os pedaços do frango com sal e pimenta-do-reino, horas antes de iniciar a receita. Deixe na geladeira até pegar gosto. Numa panela grande, coloque um pouco de óleo, um dente de alho amassado e o açafrão. Dissolva-os. Acrescente os pedados do frango. Mexa até dourar.

Em outra panela, refogue o milho. Despeje um pouco de água quente e abafe. Coloque sal, pimenta-do-reino e pimenta calabresa a gosto. Por último, a cebola em rodelas e o coentro picado. Desligue a panela do milho.

Quando o frango estiver dourado, coloque os pequis. Não mexa muito para que os frutos não endureçam. Depois, cubra o frango com água quente para que termine o cozimento. Quando a água secar, despeje a cebola em rodelas e o coentro picado.

Cuidado!
Se você morder o caroço, ficará com a boca cheia de espinhos. O jeito certo de comer o pequi é roendo.

Pamonha também é comida típica goiana

Outra comida tipica goiana é a pamonha . Pode ser feita de várioos sabores, mas os principais são de sal, de doce e a moda. E vamos falar sério, nada mais gostoso que a pamonha goiana.

Pamonha doce


Ingredientes:

12 espigas de milho verde;
1 xícara (chá) de açúcar;
1 xícara (chá) de leite.

Modo de Preparo:

Descasque o milho, selecionando as palhas melhores para embrulhar as pamonhas. Rale as espigas e bata no liqüidificador, junto com o açúcar e o leite, colocando a massa nas palhas de milho selecionadas. Cozinhe-as em água fervente por 1 hora, escorrendo em seguida. Sirva morna ou fria.
Amarrar as palhas em forma de copinhos para que a massa fique lá dentro. Elas também podem ser costuradas ou pode-se usar ligas/borrachinas usados em dinheiro.


PAMONHA SALGADA

Ingredientes:

- 10 espigas de milho não muito verde
- 1 xícara de leite de coco
- sal, pimenta e cuminho, a gosto

Recheio:

- 2 peitos de frango com osso
- 10 fatias de bacon picadas
- 2 tomates grandes
- 3 cebolas médias
- 100 mililitros de azeite

Pode ser bacon, carne seca, linguiça, depende do seu gosto e criatividade.

Vamos ao preparo?

Com uma faca, tire o milho cru das espigas e bata no liqüidificador com o leite de coco. Passe na peneira para retirar as cascas, que são dispensadas. Tempere com sal, pimenta do reino e cuminho. Separe.

Para o recheio, corte o bacon em pedaços. O peito de frango já deve ser previamente cozido com o osso, água, sal, cebola. Depois é só desfiar, misturar com o bacon picado, e refogar no azeite, com um pouco de cheiro verde e tomate. Misture esse recheio com a massa do milho.

Para montar as pamonhas, use as palhas previamente aferventadas e faça uma espécie de saquinho. Preencha só até a metade. Com outra, feche por cima e amarre com uma tira. Numa panela, com água fervendo, coloque os saquinhos. Deixe cozinhar por 20 minutos e pronto! Você pode servir dentro dos saquinhos ou retirar e cortar em pedaços.

Nas férias irei para Goiás visitar os parentes e me acabar nas especialidades, nas pamonhas que minhas tias fazem e na galinhada com pequi que meu tio faz.

Qual a especialidade da sua região?

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Vale a pena parar de menstruar?


Que é um incômodo, não há mulher que negue, mas não há nada mais natural. Uns defendem a feminilidade, outros que é um mal evitável.Eu particularmente concordo com o Dr.Malcom Montgomery.

Confira a opinião de 2 especialistas


A aromaterapeuta Sâmia Maluf é contra a idéia de suspender a menstruação. Já o ginecologista e obstetra Malcom Montgomery é a favor. Veja os motivos de cada um.
NÃO
“Eu sou totalmente contra e acredito que o parar de menstruar surgiu como consequência das mudanças do comportamento feminino ao longo dos anos. Foi maravilhoso assistir a mulher se impondo à sociedade, mostrando seu real valor. Com bastante competência, passou a exercer múltiplos papéis. Como tudo tem dois lados, a modernidade e esses novos moldes fizeram com que muitas mulheres negassem a sua feminilidade.

Elas passaram a adotar atitudes mais masculinas e a negação da menstruação é uma delas. Certamente, há algo mais forte que as leva a adotar esta postura, algo que vai muito além das queixas de incômodo, TPM, inchaço pelo corpo, etc. Como aromaterapeuta, atendi muitas mulheres que passaram a ter problemas após a interrupção da menstruação. Notei muitos relatos de dificuldade para engravidar, queixas de aumento de peso, irritabilidade e nervosismo excessivos.
Acho que cada mulher deve buscar o que é melhor para si. Há muitos caminhos para sentir-se bem e bonita. No entanto, minha experiência me faz acreditar que o caminho não é parar de menstruar”
- Sâmia Maluf é Aromaterapeuta e aromatóloga, proprietária da By Samia Aromaterapia
SIM
“O corpo feminino tem como missão a gravidez e por este motivo cria uma ‘overdose’ hormonal que prepara todo mês um berço para o embrião. Driblando este projeto, a mulher paga um preço. Essa ‘adaptação’ traz endometriose, TPM, anemias, cólicas graves, miomas e até mesmo câncer ginecológico. A menstruação é uma derrota da vontade, um insucesso de público e uma baixa no ibope reprodutivo. Indolentes e adormecidos, sua praia é invadida ciclicamente por altas marés hormonais e essa ‘overdose’ na frequência atual é prejudicial. Nossas bisavós ciclavam de 40 a 80 vezes. Hoje as meninas ciclam de 400 a 500. Por isso essa adaptação tem que ser controlada por hormônios modernos que diminuem essa superdose.

Estabilizando o ciclo, estaremos protegendo a fertilidade de nossas filhas e dando a elas a oportunidade de se iniciarem nas suas relações com mais harmonia, porque ninguém com enxaqueca e dores das mais diversas pode viver bem com sua sexualidade. Implantes hormonais colocados sob a pele e pílulas modernas de uso contínuo colaboram muito para a saúde dessa nova mulher”

- Dr. Malcom Montgomery é ginecologista e obstetra, autor do livro A mulher e seus hormônios... Enfim em Paz, da Editora Integrare

Fonte: www.itodas.com.br

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

O que as mulheres dizem do sexo

AS ADOLESCENTES
- Ai, será que vou engravidar?

AS NAMORADEIRAS
- Qual é o seu nome mesmo?

AS TARADAS
- Por que parou ? Parou por quê?

AS MODERNINHAS
- Você é bem melhor que meu marido!

AS DONAS-DE-CASA
- Terminou? Posso fazer a janta?

AS EXIGENTES
- Isso é o melhor que você pode fazer?

AS INGRATAS
- Só isso?

AS INSEGURAS
- E agora ? O que as minhas amigas vão pensar de mim?

AS MENTIROSAS
- Você é o primeiro que me faz sentir isso.

AS INSACIÁVEIS
- As preliminares foram ótimas. Agora vamos fazer pra valer.

AS PROFISSIONAIS
- São 100 reais.

A SUA
- Pô, broxou de novo?
E-mail recebido de um leitor gente fina e animado...ahahahahah ri muito.

domingo, 28 de novembro de 2010

Pé na bunda e seus beneficios

Por Simone P. Cardoso

O fim de um relacionamento pode significar uma reviravolta na vida de qualquer pessoa. E isso não significa somente mudar o corte dos cabelos, emagrecer quilos e mais quilos, fazer compras desesperadas em shoppings gastando o que não tem (ou o que tem em raros casos) ou ainda sair mostrando a bela arcada dentária por ai. Jamais devem perder o amor próprio. Sofrer de certo modo também é saudável porque amadurece, mas reagir e investir em si mesma é ainda mais saudável.
O fim de um relacionamento na sua maioria é bastante traumatizante, independente do grau de sentimento que exista!!! A maneira como se lida com a situação, como a capacidade de recomeçar, a culpa e a readaptação social, são fundamentais para o crescimento pessoal. Brincar de avestruz, enfiar a cabeça na terra e fazer de conta que nada aconteceu não leva ninguém a nenhum tipo de crescimento e amadurecimento.
Mas não é porque sua vizinha saiu aparentemente ilesa de um "pé na bunda" que você tem que ter a mesma reação. Tem aquele tipo de mulher (homem também) que têm resistência emocional, que enfrentam uma dor cara a cara, conscientemente. Independente da idade ou da experiência amorosa, é fundamental que se perceba o fim de um ciclo amoroso para que um outro possa ser começado.
Se desintoxiquem primeiro antes de entrar em outro relacionamento. O pé na bunda serve para você se auto-analisar e não cometer os mesmos erros, além de analisar o parceiro (a) que estava com você e para ter a certeza se você quer passar por aquilo de novo ou não. Cabe a você...escolhas.
É natural e extremamente saudável essa reciclagem na história de qualquer pessoa.Então, se você acabou de levar o famoso "pé na bunda", o jeito é juntar os cacos e canalizar energia em tudo o que lhe possa fazer bem. E isso pode significar cuidar do corpo, ler mais, busquem novos desafios profissionais, mudem sua alimentação para – saudável, investir na carreira ou ainda em uma viagem que você sempre sonhou com amigos, por exemplo.
Sejam infalivelmente felizes e boa sorte em tudo o que forem fazer.
Beijocas,

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

A vida num só dia


Por Simone P. Cardoso

Queridas (os) Leitores(as), eu assisti esse filme duas vezes. Comecei a assistir sem maiores pretensões, e simplismente A-D-O-R-E-I. Para aqueles que não gostam da folia e de multidões de carnaval e não vão viajar assistam bons filmes e leiam bons livros.

Ambientado na Londres de 1939, o filme mostra nas manchetes de jornais, na inspiração da moda e na interrupção de uma noite no clube de Nick os primeiros sinais do início da Segunda Guerra Mundial, como a invasão da Polônia pelos alemães. Esse filme... que é baseado no livro homônimo de Winifred Watson, a história trata da vida de Miss Guinevere Pettigrew (Frances McDormand), interpretação fantástica, ela é uma moradora de rua que tenta ganhar a vida trabalhando com serviços dométicos. O grande pproblema é que constantemente ela é demitida por não conseguir se adequar ao estilo de vida de seus patrões, já que é guiada por valores rigidos, decorrentes de sua rigorosa formação religiosa.
Em um golpe de desepero, ela pega um cartão de contato, escondido de sua agenciadora e acaba parando na casa de uma jovem estrela de vida extravagante,
Delysia Lafosse (Amy Adams), - a eterna encantada - . Logo cai nas graças da moça e sua vida começa a mudar, assim como a vida de sua patroa com sábios conselhos que passa a lhe oferecer.
Em minutos, Miss Pettigrew vê-se arrastada para um ambiente de glamour e emoção, vivendo novas aventuras e saindo um pouco do seu cotidiano monótono.Levando a peito a designação de assistente, ela tenta ajudar a sua nova amiga Delysia a conduzir a sua vida amorosa e a sua carreira, ambas complicadas por causa de três homens que andam à sua volta: Michael, um devoto pianista; Nick, o intimidador dono de um clube noturno; e Phil, um sensível e jovem empresário. A própria Miss Pettigrew sente-se atraída pelo galante Joe, um designer bem sucedido que está noivo da orgulhosa crítica de moda Edythe - a única pessoa que vê a nova assistente fora do seu ambiente e planeia humilhá-la. Nas próximas 24 horas, Guinevere e Delysia vão ajudar-se uma à outra a encontrar o amor.

"A Vida num só Dia" mostra-se como uma história simples, mas com uma profunda conexão emocional com qualquer ser humano, já que trata de sentimentos e escolhas profundamente humanas. É uma comédia charmosa que se passa na década de 30 e que encontra o ponto máximo de sua narrativa na humanidade entregue às duas personagens centrais, aproximadas por um inesperado e genuíno sentimento de amizade e identificação.

É positiva a quebra de paradigmas criada ao se colocar uma mulher mais velha como protagonista de uma comédia romântica.


quinta-feira, 25 de novembro de 2010

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

A Morte do Zodiaco



ÁRIES: Gosta de mortes violentas: Ou se mata de moto a alta-velocidade ou salta de um avião sem paraquedas…

TOURO: Se mata com veneno na comida (efeito depois de duas horas) ou com muitos remédios para dormir… conforto até na morte!

GÊMEOS: Cortando a língua, num quarto escuro, sem net, telefone ou qualquer meio de comunicação… morte triste.

CÂNCER: Se enforca com um bilhete colado na mão a dizer: A culpa foi tua! Adora culpar alguém…

LEÃO: Toma um veneno na noite de natal 5 minutos antes da ceia, para causar… Leão gosta de fins dramáticos e inesquecíveis!

VIRGEM: Não consegue se suicidar… ele fica tanto tempo fazendo os detalhes que, quando viu, a vida já passou e ele morreu de causas naturais…

LIBRA: Fica super indeciso: Ou liga o gás e morre ou corta os pulsos… por fim decide: Contrata alguém para matá-lo com um tiro…

ESCORPIÃO: Faz amor com a pessoa odiada, fica com as impressões digitais, se mata com facadas e de luvas… morre mas ferra quem odeia!

SAGITÁRIO: Toma 15 calmantes tarja preta e pula de Asa Delta… morre de modo esportista e aventureiro…

CAPRICÓRNIO: Tiro nas bolas! Mas antes deixa todas as contas pagas, o testamento pronto e vestido com um bom terno Armani… capricórnio é responsável!

AQUÁRIO: Como é moderno, se mata no orkut, no twitter, no facebook e se muda para a Patagônia… Suicídio social, colega! Tendência…

PEIXES: Bebe muito, sai pelado na rua e tenta ser atropelado… mas como é azarado, fratura as pernas e dá trabalho à família… raio de signo!

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Vampiros de André Vianco

Adotei uma sugestão de uma leitora. Todo fim de semana indicarei um escritor(a), algum livro e/ou comentários sobre literatura.

Ultimamente tem-se falado muito sobre vampiros. Ainda mais depois do vampiro bonitão Edward da série de livros da jovem escritora Sphenie Meyer autora de Crepúsculo, Lua Nova e etc...ter virado febre mundial entre pessoas de todas idades.

Pois bem, temos um escritor em língua portuguesa que escreve MUITO, sobre vampiros. É o escritor André Vianco ( faz parte da nova geração de escritores brasileiros). Mas para quem não conhece, está na hora de conhecer.

Os livros dele são maravilhosos. Eu A-D-O-R-E-I. Segue os mais, mais na minha opinião.

Os sete – Uma caravela portuguesa naufragada há cinco séculos é descoberta no litoral brasileiro. Dentro dela, sete cadáveres aprisionados em uma caixa de prata, acusados, na época, de bruxaria. Universitários irão estudar os cadáveres, que estão em perfeito estado de conservação...Não sabiam que a caixa de prata guardava sete vampiros do Rio D´Ouro. Siiiiiim sete vampiros...portugueses. A estória é o máximo.

Sétimo - “Sétimo” é a continuação imediata e eletrizante de “Os Sete”. Mostra mais aventuras desses perturbadores e impressionantes vampiros portugueses. Situações vividas em São Paulo, Osasco e Guarujá garantem ao leitor uma sensação irresistível de realidade. Nesse volume os leitores continuam acompanhando as proezas dos sete vampiros no novo mundo. Apesar do clima gótico e naturalmente sombrio da obra, não faltam trechos curiosos e algumas gargalhadas.

Bento - Uau! O que dizer de Bento? Um dos romances fantásticos e mais audacioso já escrito no Brasil. Uma trilogia recheada de fantasia e imaginação começa nesse volume. Imagine uma noite infestada de magia, quando metade do mundo adormece e a população que ainda está desperta se vê mergulhado em acontecimentos inexplicáveis, como o surgimento de vampiros, o desaparecimento das doenças e mais um amontoado de acontecimentos que acaba fazendo com que as pessoas fujam das grandes cidades e passem a formar fortificações afastadas dos centros abandonados. Durante o dia trabalham para refazer o mundo e entender o que os rodeia, durante a noite lutam para continuarem vivos e manter os vampiros afastados dos novos centros. Quando tudo parece perdido surge a profecia dos 30 guerreiros bentos. Quando eles se unirem, quatro milagres se desencadearão para salvar a humanidade. Adrenalina do primeiro ao último capítulo.

VampiroRei Vol.- A continuação de Bento mostra o surgimento de um líder dentre os seres da noite. Cantarzo se tornará o vampiro-rei com a ajuda de seu lacaio, Lúcio, que carrega seu caixão para o norte do Brasil. Mais batalhas e aventuras nessa saga cheia de cenários conhecidos pelos leitores brasileiros. Uma aventura que transforma o Brasil numa terra encantada e mística, cheia de valorosos guerreiros que defendem os humanos e terríveis e sanguinários vampiros que defendem a noite. Para piorar a situação começa a rodar o mundo das trevas a profecia de que o vampiro rei despertará e virá para unir e salvar os filhos da noite. Outra aventura de tirar o fôlego e de encher os olhos dos mais exigentes leitores. André Vianco leva a saga por todos os cantos do Brasil, expondo situações e desventuras em vários estados brasileiros.

Vampiro Rei Vol 2- Bento Lucas, o guerreiro de luz, e Cantarzo, o vampiro-rei, finalmente encontram-se e protagonizam o grande combate. Com uma narrativa envolvente e atual, a saga do guerreiro Lucas é presente certo para aqueles que buscam se apaixonar pelo hábito da leitura e também para aqueles que já se amarram em literatura há muito tempo. Bravura e determinação, medo e morte, paixões avassaladoras, criaturas assombrosas, personagens destemidos, situações de completo desespero e momentos de quietude e introspecção. Finalmente o vampiro rei desperta e a balança começa a se equilibrar. Agora humanos e vampiros têm guerreiros fabulosos em seus exércitos. A fascinante batalha do bem e o mal chega a seu ápice. Quem gosta do mundo gótico, personagens avassaladoras e páginas sombrias não pode perder o desfecho da aventura de bento Lucas.

Vale a pena conferir cada linha. Leia! Ocupe sua mente e seu tempo.A leitura ajuda na desintoxicação da pessoa errada!

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Homens e o casamento


É comum ouvirmos mulheres falando acerca do casamento como se fosse uma situação em que elas desejam profundamente e da qual os homens resistem com todas as suas forças. A julgar pelo que é dito todo casamento aconteceria apenas por vontade da noiva. Os homens, segundo essa visão, seriam arrastados a força até o altar e obrigados a assumir essa relação mesmo quando não a querem.

E, infelizmente, essa visão tola vem sendo usada ao longo das gerações para justificar atitudes desesperadas de certas mulheres, como a gravidez indesejada, por exemplo, para provocar casamentos que de outra forma não aconteceriam, não porque os homens não desejam se casar, mas por não desejarem se casar com aquelas mulheres específicas.

Os homens, assim como as mulheres, também sonham em constituir família, em ter esposa e filhos. Também chegam a uma certa fase da vida em que sentem que chegou o momento de se estabelecer e ter o seu lar. Acontece que nós desejamos escolher o momento e a pessoa certa. Que, infelizmente, pode não ser a nossa companheira atual. Aí as mais exaltadas se levantam e nos acusam de “enrolar” a pobre coitada.

Eu acho que um relacionamento é feito por duas pessoas. Ambas estão ali por vontade própria e porque desejam estar juntas nesse momento. Não vejo enrolação e sim o momento. Então o homem deveria poder dizer a mesma coisa, que foi enrolado pela mulher, porque o mesmo tempo que ela esteve com ele, o contrário também ocorreu, ou não? Se o seu objetivo único é o casamento, e não o relacionamento com a pessoa que está contigo, fale isso e se ele não quiser se casar separe-se. Se optar por não se separar não acuse depois. Ambos são responsáveis.

Nós homens sabemos que teremos pela frente uma situação totalmente nova daquela à qual estamos acostumados. Ao casarmos estaremos assumindo a responsabilidade pela vida e pelo bem estar de outras pessoas. Infelizmente ainda não se vive de vento e em cima de árvores. No mínimo precisamos ter condições financeiras e estabilidade para manter a nossa família. Isso demanda tempo, esforço, dedicação. É frustrante que o desejo de subir no altar seja grande a ponto da noiva não conseguir perceber isso e se tornar mais uma fonte de pressão.

Ah, mas as mulheres agora também trabalham. Os homens não são mais os únicos provedores da casa, me dirão as mulheres, já com as unhas em riste e prontas para me fazer em pedaços. É verdade. E reparem como, após começarem a trabalhar, as mulheres passaram a desejar que o casamento ocorra apenas quando estão profissionalmente estabilizadas. Reparem como tantas mulheres estão chegando solteiras aos trinta anos, a idade em que, normalmente, os homens sentem que chegou a hora de se casar. Por que será, não é?

Além do fator estabilidade existe outro ponto importante para homens e mulheres e que é ignorado na hora da pressão pelo casamento. Nós,tanto homens quanto mulheres, precisamos amadurecer e adquirir experiência de vida antes de começar uma relação que se quer firme e estável. Precisamos viver, experimentar, ousar e sofrer para aprendermos o valor de cada sentimento e entendermos a importância de cada um numa relação. Casar-se não é brincar de casinha. Um relacionamento é algo muito sério e não deve ser decidido por causa do tempo de namoro ou por causa da idade dos noivos, mas sim por causa do amor e do respeito que um sente pelo outro e aprender a valorizar isso requer amadurecimento e vivência. E, também, uma certa dose de sofrimento.

Por isso, moças casadoiras, saibam que seus noivos e namorados também pensam muito em casamento. Pode não ser com vocês, mas eles pensam em se casar e em constituir família, ter esposa, filhos e bens. Apenas compreendam que existe um tempo para tudo e que no momento certo será tomada a atitude que se espera. Se você não puder esperar esse momento separe-se dele e busque um outro que está, agora, no momento correto, mas não force uma situação, se você pretende que o seu casamento dure até que a morte os separe.


Autor : Marcio Luis Severo

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Dicas para não se casar com a pessoa errada

Navegando pela net encontrei esse texto que achei muuuuuito bom. Segue...

Com a taxa de divórcio acima de 50%, aparentemente pessoas demais estão cometendo um grave erro ao decidir com quem pretendem passar o resto de sua vida. Para evitar tornar-se uma "estatística", tente interiorizar estes dez pontos a fim de não entrar em uma "fria".

Você escolhe a pessoa errada porque espera que ele/ela mude depois do casamento.

O erro clássico. Nunca despose um potencial. A regra de ouro é: Se você não pode ser feliz com a pessoa como ela é agora, não se case. Como disse, muito sabiamente, um colega meu: "Na verdade, pode-se esperar que alguém mude depois de casado... para pior!"

Portanto, quando se trata da espiritualidade, caráter, higiene pessoal, habilidade de se comunicar e hábitos pessoais de outra pessoa, assegure-se de que pode viver com estes como são agora.

Você escolhe a pessoa errada porque se preocupa mais com a química que com o caráter.

A química acende o fogo, mas o bom caráter o mantém aceso. Esteja consciente da síndrome "Estar apaixonado". "Estou apaixonado" freqüentemente significa "Sinto atração física." A atração está lá, mas você averiguou cuidadosamente o caráter dessa pessoa?

Aqui estão quatro traços de personalidade para serem definitivamente testados:

Humildade: Esta pessoa acredita que "fazer a coisa certa" é mais importante que o conforto pessoal?

Bondade: Esta pessoa gosta de dar prazer aos outros? Como ela trata as pessoas com as quais não tem de ser agradável? Ela faz algum trabalho voluntário? Faz caridade?

Responsabilidade: Posso confiar que esta pessoa fará aquilo que diz que fará?

Felicidade: Esta pessoa gosta de si mesma? Ela aprecia a vida? É emocionalmente estável?

Pergunte-se: Eu desejo ser como esta pessoa? Quero ter um filho com esta pessoa? Gostaria que meu filho se parecesse com ela?

Você escolhe a pessoa errada porque vocês não partilham metas de vida em comum e prioridades.

Existem três maneiras básicas de nos conectarmos com outra pessoa:

1. Química e compatibilidade

2. Partilhar interesses em comum

3. Compartilhar o mesmo objetivo de vida

Assegure-se de que você compartilha o profundo nível de conexão que objetivos de vida em comum proporcionam. Após o casamento, os dois crescerão juntos ou crescerão separados. Para evitar crescer separado, você deve entender para que "está vivendo" enquanto é solteiro - e então encontrar alguém que tenha chegado à mesma conclusão que você.

Esta é a verdadeira definição de "alma gêmea." Uma alma gêmea tem o mesmo objetivo - duas pessoas que em última instância compartilham o mesmo entendimento ou propósito de vida, e portanto possuem as mesmas prioridades, valores e objetivos.

Você fica com a pessoa errada porque não tem uma profunda conexão emocional com esta pessoa.

Para avaliar se você tem ou não uma profunda conexão emocional, pergunte: "Respeito e admiro esta pessoa?"

Isso não significa: "Estou impressionado por esta pessoa?" Nós ficamos impressionados por um Mercedes. Não respeitamos alguém porque tem um Mercedes. Você deveria ficar impressionado pelas qualidades de criatividade, lealdade, determinação, etc.

Pergunte também: "Confio nesta pessoa?" Isso também significa: "Ele ou ela é emocionalmente estável? Sinto que posso confiar nele/nela?"

Você se envolve com a pessoa errada porque escolhe alguém com quem não se sente emocionalmente seguro.

Faça a si mesmo as seguintes perguntas: Sinto-me calmo, relaxado e em paz com esta pessoa? Posso ser inteiramente eu mesmo com ela? Esta pessoa faz-me sentir bem comigo mesmo? Você tem um amigo realmente íntimo que o faz sentir assim? Assegure-se que a pessoa com quem vai se casar faz você sentir-se da mesma forma!

De alguma maneira, você tem medo desta pessoa? Você não deveria sentir que é preciso monitorar aquilo que diz porque tem medo da reação da outra pessoa. Se você tem receio de expressar abertamente seus sentimentos e opiniões, então há um problema com o relacionamento.

Um outro aspecto de sentir-se seguro é que você não sente que a outra pessoa está tentando controlá-lo. Controlar comportamentos é sinal de uma pessoa abusiva. Esteja atento para alguém que está sempre tentando modificá-lo. Há uma grande diferença entre "controlar" e "fazer sugestões." Uma sugestão é feita para seu benefício; uma declaração de controle é feita para o benefício de outra pessoa.

Você fica com a pessoa errada porque você não põe todas as cartas na mesa.

Tudo aquilo que o aborrece no relacionamento deve ser trazido à baila para discussão. Falar sobre aquilo que incomoda é a única forma de avaliar o quão positivamente vocês se comunicam, negociam e trabalham juntos. No decorrer de toda a vida, as dificuldades inevitavelmente surgirão. Você precisa saber agora, antes de assumir um compromisso: Vocês conseguem resolver suas diferenças e fazer concessões que sejam boas para ambas as partes?

Nunca tenha receio de deixar a pessoa saber aquilo que o incomoda. Esta é também uma maneira para você testar o quanto pode ficar vulnerável perante esta pessoa. Se você não pode ser vulnerável, então não pode ser íntimo. Os dois caminham juntos.

Você escolhe a pessoa errada porque usa o relacionamento para escapar de problemas pessoais e da infelicidade.

Se você é infeliz e solteiro, provavelmente será infeliz e casado, também. O casamento não conserta problemas pessoais, psicológicos e emocionais. Na melhor das hipóteses, o casamento apenas os exacerbará.

Se você não está feliz consigo mesmo e com sua vida, aceite a responsabilidade de consertá-la agora, enquanto está solteiro. Você se sentirá melhor, e seu futuro cônjuge lhe agradecerá.

Você escolhe a pessoa errada porque ele/ela está envolvido em um triângulo.

Estar "triangulado" significa que a pessoa é emocionalmente dependente de alguém ou de algo, ao mesmo tempo em que tenta desenvolver um outro relacionamento. Uma pessoa que não se separou de seus pais é o exemplo clássico de triangulação. As pessoas também podem estar trianguladas com objetos, tais como o trabalho, drogas, a Internet, passatempos, esportes ou dinheiro.

Assegure-se de que você e seu parceiro estejam livres de triângulos. A pessoa apanhada em um triângulo não pode estar emocionalmente disponível por completo para você. Você não será a prioridade número um. E isso não é base para um casamento.

Autor: Por Rabino Dov Heller

domingo, 31 de outubro de 2010

Felicidade absoluta e relativa


Por Simone P. Cardoso,

Alguns leitores me perguntaram como vejo a felicidade. Pois bem, de uns anos para cá passei a ter consciência sobre a felicidade depois que conheci a filosofia budista.Então vou colocar o meu ponto de vida como budista e como aplico e vejo na minha vida.

Qual é o propósito da vida? É a felicidade. Mas há dois tipos de felicidade: a relativa e a absoluta.

A felicidade muda de cara e forma de acordo com o estado de vida das pessoas.

FELICIDADE RELATIVA é o estado de alegria e satisfação. Se manifesta de fora para dentro e está associada ao ESTADO DE TER. (Ter dinheiro, ter um carro novo, ter uma roupa da última moda, ter status, ter prestígio, ter uma condição superior aos outros, ter um relacionamento etc.) Essa felicidade nós perdemos quando deixamos de ter.

FELICIDADE ABSOLUTA é o estado de buda (estado de iluminação). Se manifesta de dentro para fora e está associada ao ESTADO DE SER. (Ser saudável, ser honesto, ser benevolente, ser solidário, ser alegre,ser amigo, ser filho, ser mãe, pai, irmão etc.) Essa felicidade nunca se esgota nem se abala diante das maldades e dos obstáculos da vida. Nossa primeira atitude deverá ser refletir sobre isso.

E a maioria das pessoas se sofrem por se apegarem somente na felicidade relativa e esquecem que tem a felicidade absoluta.

sábado, 30 de outubro de 2010

Pessoas interesseiras

Quase inacreditável! Este tipo ganhou 180 Milhões na lotaria. E apenas dois dias depois encontrou o amor da sua vida.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Viva o presente


Muita gente se envolve em planos para o futuro de tal forma que acaba vendo a vida passar rapidamente. Esse tipo de atitude adia a felicidade e para que? "Muitas vezes nos frustramos por passar muito tempo programando um futuro que não acontece exatamente do jeito que sonhamos. As pessoas mais felizes aprenderam a moldar seus sonhos, a viver no presente. São as que entenderam que o futuro é a ressonância do hoje. Lembre-se que a felicidade não é um estado permanente, que se atinge e lá se fica. Ela vem e volta, e é normal que isso aconteça. O principal é fazer com que mais momentos felizes entrem em nossa vida. E saber lidar com os altos e baixos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...